sexta-feira, 5 de março de 2010

Cântico do Sufi Kabir










Foto de Nelder_g






Ó meu coração! Iremos ao país onde se encontra
o Amado, o Conquistador de meu coração!
Lá o amor enche seu cântaro no poço
ainda que não haja corda para trazer a água;
Lá as nuvens não encobrem o céu, mas chove
em suaves catadupas:
Ó espírito! Não te detenhas em teu umbral:
sai e banha-te nessa chuva!
Lá há sempre luar e jamais escuridão;
e quem falou de um único sol? Essa terra
é iluminada pelos raios de um milhão de sóis.

Um comentário:

  1. Mariinha, adoro suas visitas aos blogs!
    E adoro visitar e ler vc.

    bjs

    ResponderExcluir